Pular para o conteúdo principal

Interpretação: Sapato 36 — Raul Seixas

Alô, pessoas! 
"Sapato 36", como muitas músicas de Raul Seixas é bastante filosófica e tem um sentido por trás de uma letra enigmática e considerada por alguns, uma letra sem nexo. 
Os questionamentos dessa música serão respondidos a partir de uma análise interpretativa. Cada verso e cada estrofe serão analisados com calma e, claro, terão uma explicação sobre isso. 
Vamos lá! 


Eu calço é 37
Meu pai me dá 36
Dói, mas no dia seguinte
Aperto meu pé outra vez
Eu aperto meu pé outra vez

Começando pela primeira estrofe, Raul tenta usar figuras de linguagem para retratar a sua relação com o pai, que é uma relação de respeito. 
Ele se coloca naquela situação do filho que escuta e obecede os pais, mesmo estando em uma certa idade.  

Pai eu já tô crescidinho
Pague prá ver, que eu aposto
Vou escolher meu sapato
E andar do jeito que eu gosto
E andar do jeito que eu gosto

Aqui ele dialoga com o pai, que parece não ter muita confiança no filho, apesar de ter uma idade madura. 
O filho quer provar para o pai que ele consegue ser independente e viver da forma que quiser. 

Por que cargas d'águas
Você acha que tem o direito
De afogar tudo aquilo que eu
Sinto em meu peito
Você só vai ter o respeito que quer
Na realidade
No dia em que você souber respeitar
A minha vontade
Meu pai
Meu pai

Ainda dialogando com o pai, Raul tenta contrariar a relação de filho obediente usando "você acha que tem o direito", e termina a estrofe confirmando o que disse na estrofe anterior, provando para o pai que tem autoridade e explicando que aquela relação de respeito só irá acontecer de novo quando o pai entender as novas vontades do filho. 

Pai já tô indo-me embora
Quero partir sem brigar
Pois eu já escolhi meu sapato
Que não vai mais me apertar
Que não vai mais me apertar
Que não vai mais me apertar

Agora que ele deixou claro para o pai que ele é independente e que já é hora de "sair do ninho", mas, de forma indireta, pede desculpas e explica de forma calma que encontrou um rumo com o qual ele se sente confortável. 

Depois as duas últimas estrofes são repetidas e a música acaba. 
A interpretação dessa música não é difícil e também é fácil de entender que se trata de uma relação entre pai e filho. O tema geral dessa música é ser independente e ela retrata o que normalmente acontece em uma família onde os pais não aprovam certas vontades dos filhos e não os vêem como maduros mesmo depois de atingir uma certa idade. 
E mais uma vez, Raul Seixas conseguiu retratar a realidade, mesmo essa que essa realidade possa ter sido uma em que ele mesmo viveu. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Interpretação: Diáspora — Tribalistas

Alô, pessoas!  Afinal, o que é "diáspora"? Diáspora é o nome que se dá a um deslocamento, geralmente forçado, de uma grande quantidade de pessoas de uma mesma região. Atualmente esse conceito pode ser resumido como fluxo de imigração forçado ou, de um olhar mais popular,  ação praticada por refugiados.  Talvez todo mundo conhece a música Diáspora por causa da novela que passou recentemente no ano de 2019. A música foi gravada em 2017 e retrata um dos temas mais atuais que o mundo vivenciou durante o final dos anos 2010: imigração forçada.  É importante entender que a Síria é um dos países com mais imigrantes forçados do mundo, justamente por causa das guerras. A Venezuela, muito recentemente, passa por uma situação que obriga muitos venezuelanos a migrarem para o Brasil.  Não é apenas nesses dois países que há um grande fluxo de imigração forçada, é importante entender que em todo o mundo há um grande fluxo de imigração forçada e a música Diáspora chama atenção para isso, faz

5 músicas para entender o Arcadismo

Alô, pessoas! O arcadismo foi um movimento artístico que se baseava na valorização da natureza, da simplicipdade da vida no campo e aversão à cidade. Esse período, no Brasil, se estendeu ao longo do século XVIII e teve fim no século XIX. As músicas que você vai conhecer não são as músicas da época, e sim letras que retratam as caractéristicas comuns no arcadismo. A música durante o período do arcadismo, que também pode ser chamado de neoclassicismo , envolve a música erudita, que não é o tipo de música que será abordada aqui.  Na intenção de ajudar aquelas pessoas que precisam de ajuda para entender os movimentos literários e tem dificuldade em interpretar a poesia árcade, reuni cinco músicas que vão auxiliar no entendimento desse movimento literário tão lindo. Vamos lá! 5- No Rancho Fundo - Chitãozinho e Xororó  A relação que essa música tem com o arcadismo é que durante a letra podemos ouvir as tristezas de um vivente no campo. Em vários versos estão presentes referências à natureza

20 frases de músicas para citar em uma redação

Alô, pessoas!  Se você já prestou Enem ou vestibular isolado, com certeza já deu de cara com uma redação com um tema que se encaixaria perfeitamente com uma citação de algum filósofo, sociólogo ou poeta famoso, certo? Mas aí você acaba esquecendo qual é a frase ou simplesmente não consegue pensar em nenhuma, ou não conhece nenhuma.  Por isso, existem músicas com citações incríveis e que vão te fazer lembrar se você conhecer a música bem. Dessa forma, reuni 20 citações de músicas para você usar em várias de suas redações.  Essas citações não vão servir para todos os temas existentes em vestibulares, mas podem ser de grande ajuda com temas relacionados a problemas ambientais, consumismo, intolerância e preconceito, alienação, saúde, qualidade de vida, valorização de algo etc. Também podem ajudar em parágrafos em que se enfatiza algum movimento social, critica algo ou relaciona com algum fator biológico.  Antes de memorizar algumas dessas frases, lembre-se de tomar cuidado ao usá-las. Per

10 músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia

 Alô, pessoas! A filosofia e a sociologia andam praticamente de mãos dadas. Muitas ideias da sociologia se aplicam nas reflexões filosóficas a respeito do mundo e a música é um dos inúmeros exemplos que expressam essas ideias e reflexões.  Muitas músicas que conhecemos possuem letras que muitas vezes nem percebemos que estão falando de um tema abordado na filosofia ou na sociologia. Também há a questão de a música fazer referência a um filósofo ou sociólogo famoso sendo de forma intencional ou não.  Pensando nisso, reuni dez músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia. Essas músicas podem te ajudar nos estudos dos assuntos abordados nas letras ou até citar em redações de vestibulares! Vamos lá! 10- O Mundo é um Moinho (Cartola) Um conselho importantíssimo do Cartola para todos nós. Essa música segue um pouco da lógica do filósofo Jean-Paul Sartre, um filósofo existencialista. A ideia da música e a do filósofo está voltada para a liberdade de escolha de um indivíduo. Enquan