Pular para o conteúdo principal

Interpretação: O Lobo - Pitty

 Alô, pessoas!
Pitty é uma das cantoras que faz parte da realeza do rock nacional. No começo de sua carreira, quando lançou seu primeiro disco: Admirável Chip Novo, a cantora usufruiu dos seus conhecimentos filosóficos e sociológicos para compor músicas que façam com que seu público reflita. 
Além da música que nomeia o disco, Pitty escreveu a música O Lobo, que faz referência à típica frase de Thomas Hobbes: ''o homem é o lobo do homem''. E a música explica exatamente o que a frase quer dizer. Mas ela explica de uma forma diferente, e é essa forma de explicar uma das frases mais conhecidas do mundo que vamos entender.
Vamos lá!

Houve um tempo em que os homens
Em suas tribos eram iguais
Veio a fome e então a guerra
Pra alimentá-los como animais
Não houve tempo em que o homem
Por sobre a Terra viveu em paz
Desde sempre tudo é motivo
Pra jorrar sangue cada vez mais.
Nessa estrofe, Pitty cita um fator histórico, mostrando que muito antes de sermos o que somos hoje, os homens viviam em tribos, em harmonia. Mas ela cita algo que se aplica até hoje. Quando vem a necessidade de sobrevivência, a situação de harmonia muda completamente. Assim, o homem passou a travar guerras e mais guerras por questões de sobrevivência ou por pura ambição.

O homem é o lobo do homem!
O homem é o lobo do homem!
E eis a famosa frase! Essa frase diz que o homem é o inimigo do próprio homem. A cantora utilizou essa frase para explicar que muitas vezes o mundo viveu atrocidades causadas pelo homem, as quais podemos citar a Primeira Guerra Mudial, que ocorreu por causa de interesses econômicos e políticos, na ambição de se tornar a maior superpotencia do mundo. 

Sempre em busca do próprio gozo
E todo zelo ficou pra trás
Nunca cede e nem esquece
O que aprendeu com seus ancestrais
Não perdoa e nem releva
Nunca vê que já é demais.
Agora Pitty enfatiza que o ser humano perdeu a capacidade de sentir empatia pelo próximo e que só se importa consigo mesmo. Também ela cita que é uma herança história essa questão do egoísmo e que essas pessoas que agem de tal forma não percebem que são egoístas. 
O homem é o lobo do homem!
O homem é o lobo do homem!



A música pode ter muitas outras interpretações que estão ligadas ao egoísmo natural do ser humano, como acúmulo de bens. Outra possibiidade seria uma crítica ao governo neo-liberal e ao capitalismo. Pitty pode estar fazendo críticas que tenha relações com política ou economia. Mas, a partir da terceira estrofe, é provável que ela tenha ido para um viés mais social, apontando a característica pouco altruista na sociedade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia

 Alô, pessoas! A filosofia e a sociologia andam praticamente de mãos dadas. Muitas ideias da sociologia se aplicam nas reflexões filosóficas a respeito do mundo e a música é um dos inúmeros exemplos que expressam essas ideias e reflexões.  Muitas músicas que conhecemos possuem letras que muitas vezes nem percebemos que estão falando de um tema abordado na filosofia ou na sociologia. Também há a questão de a música fazer referência a um filósofo ou sociólogo famoso sendo de forma intencional ou não.  Pensando nisso, reuni dez músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia. Essas músicas podem te ajudar nos estudos dos assuntos abordados nas letras ou até citar em redações de vestibulares! Vamos lá! 10- O Mundo é um Moinho (Cartola) Um conselho importantíssimo do Cartola para todos nós. Essa música segue um pouco da lógica do filósofo Jean-Paul Sartre, um filósofo existencialista. A ideia da música e a do filósofo está voltada para a liberdade de escolha de um indivíduo. Enquan

5 músicas para entender o Arcadismo

Alô, pessoas! O arcadismo foi um movimento artístico que se baseava na valorização da natureza, da simplicipdade da vida no campo e aversão à cidade. Esse período, no Brasil, se estendeu ao longo do século XVIII e teve fim no século XIX. As músicas que você vai conhecer não são as músicas da época, e sim letras que retratam as caractéristicas comuns no arcadismo. A música durante o período do arcadismo, que também pode ser chamado de neoclassicismo , envolve a música erudita, que não é o tipo de música que será abordada aqui.  Na intenção de ajudar aquelas pessoas que precisam de ajuda para entender os movimentos literários e tem dificuldade em interpretar a poesia árcade, reuni cinco músicas que vão auxiliar no entendimento desse movimento literário tão lindo. Vamos lá! 5- No Rancho Fundo - Chitãozinho e Xororó  A relação que essa música tem com o arcadismo é que durante a letra podemos ouvir as tristezas de um vivente no campo. Em vários versos estão presentes referências à natureza

USA For Africa (1985): Quem participou?

Alô, pessoas!  Talvez você já deve ter ouvido em algum lugar alguém cantando "we are the world, we are the children", e lembrou na mesma hora de muitos cantores cantando juntos uma música que marcou uma geração e que ainda é reconhecida pela a grande ação que fez.  U.S.A For Africa é o nome de um grupo formado por muitos cantores que eram aclamados por todos durante a década de 80. Esse projeto tinha como objetivo principal arrecadar dinheiro para ajudar os vários países da África que estavam passando por uma situação ruim.  Esse projeto teve como produtor Quincy Jones, um dos maiores produtores musicais. A letra música foi composta por dois grandes artistas da época: Michael Jackson e Lionel Richie, e o clipe teve a presença de cinquenta e um artistas, incluindo os instrumentistas.  Foi uma grande iniciativa e muitos hoje olham para o clipe e dizem "eu conheço esse cantor!", mas acabam esquecendo dos outros por não conhecer o trabalho deles ou por algum