Pular para o conteúdo principal

Interpretação: Desconstruindo Amélia - Pitty

 Alô, pessoas!
Pitty é uma cantora que, além de suas músicas, é conhecida pelo seu ativismo feminista dentro e fora dos palcos. Muitas músicas da cantora refletem em seu ativismo e buscam transmitir para seus fãs a sua luta. 
Das muitas músicas de Pitty, Desconstruindo Amélia é uma das mais marcantes e interessantes para estudar e analisar, uma vez que ela faz referência a uma outra música que hoje em dia é considerada machista.  
Afinal, quem é Amélia? Amélia é uma personagem de uma outra música composta por Ataulfo Alves e Mário Lago, lançada em 1942, de nome Ai que Saudades da Amélia. Esse samba está baseado em um homem que não está satisfeito com seu relacionamento atual e conta que sente saudades de Amélia, uma mulher que priorizava o bem-estar do parceiro antes do dela. Na música, sua atual parceira é muito exigente e gosta de viver no luxo, e daí que surge as comparações da atual com a Amélia. No entanto, a forma como o eu-lírico da música descreve Amélia é um pouco machista, dando a entender que ela é uma mulher submissa. E isso é o que dá sentido à música de Pitty, uma vez que a cantora vai usar Amélia como um exemplo de mulher que ouve esses comentários, em seguida, vai descontruindo a ideia que não apenas a Amélia, mas outras inúmeras mulheres são fortes e conseguem equilibrar família, casamento e a si mesma.


Agora que você entendeu um pouco a ideia da música, vamos descobrir com calma como Pitty vai descontruir Amélia.
Vamos lá!

Já é tarde, tudo está certo
Cada coisa posta em seu lugar
Filho dorme ela arruma o uniforme
Tudo pronto pra quando despertar
O ensejo a fez tão prendada
Ela foi educada pra cuidar e servir
De costume esquecia-se dela
Sempre a última a sair
Logo no começo da música, Pitty narra a rotina de uma mulher que é mãe e dona de casa. Essa mulher deixa tudo pronto à noite para que no dia seguinte tudo ocorra como o esperado. Em seguida, há um comentário sobre essa mulher ser prendada devido ao ensejo, ou seja, o momento certo para cuidar da casa, dos filhos e do casamento por ser uma mulher adulta que foi educada desde nova a se colocar depois de algumas prioridades.
Disfarça e segue em frente
Todo dia até cansar
Uooh
E eis que de repente ela resolve então mudar
Vira a mesa
Assume o jogo
Faz questão de se cuidar
Uooh
Nem serva, nem objeto
Já não quer ser o outro
Hoje ela é o também
A música continua com a narração de que a personagem dessa história segue a vida escondendo sua frustação por se colocar em último lugar durante muito tempo, mas então, certo dia essa mulher decide mudar suas atitudes, se colocando também como uma prioridade, ou seja, valorizando a si mesma primeiramente, sendo um contraponto interessante com a música Ai Que Saudades da Amélia.
A despeito de tanto mestrado
Ganha menos que o namorado
E não entende porque
Tem talento de equilibrista
Ela é muita se você quer saber
Hoje aos 30 é melhor que aos 18
Nem Balzac poderia prever
Depois do lar, do trabalho e dos filhos
Ainda vai pra nigth ferver
Nessa estrofe, Pitty reforça um problema não apenas acontece com a personagem da música, que é o fato de ela ter muito estudo, no caso um mestrado, e ganhar menos que o namorado, sendo algo muito confuso para entender. Depois a letra muda um pouco o rumo, mas continua contanto as habilidades da personagem, como ser equilibrista, que, em outras palavras, significa que ela consegue equilibrar bem trabalho, estudo, família etc. Além disso, dá destaque para a maturidade que essa mulher tem, seguido de uma referência a um autor francês do século XIX, Honoré Balzac, que em suas obras fazia questão de mostrar pessoas reais com todo o tipo de problema e todo o tipo de personalidade (algo revolucionário para a época, diga-se de passagem). A referência a Balzac muito provavelmente está relacionada com uma obria específica: A Mulher de Trinta Anos, um livro no qual a protagonista tem tantas semelhanças em suas atitudes em burlar as tradições quanto a personagem da música.
Disfarça e segue em frente
Todo dia até cansar
Uooh
E eis que de repente ela resolve então mudar
Vira a mesa
Assume o jogo
Faz questão de se cuidar
Uooh
Nem serva, nem objeto
Já não quer ser o outro
Hoje ela é o também
Uuh
Disfarça e segue em frente
Todo dia até cansar
Uooh
E eis que de repente ela resolve então mudar
Vira a mesa
Assume o jogo
Faz questão de se cuidar
Uooh
Nem serva, nem objeto
Já não quer ser o outro
Hoje ela é o também

Depois disso o refrão se repete mais duas vezes.




Fica claro nessa música que Pitty conseguiu desconstruir aquela Amélia do samba de 1942, dando a ela (e a muitas outras mulheres parecidas) características de uma pessoa equilibrada, forte e que não precisa sempre ser prendada e dedicada às outras pessoas, lembrando que o prórpio bem-estar também é válido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Interpretação: Diáspora — Tribalistas

Alô, pessoas!  Afinal, o que é "diáspora"? Diáspora é o nome que se dá a um deslocamento, geralmente forçado, de uma grande quantidade de pessoas de uma mesma região. Atualmente esse conceito pode ser resumido como fluxo de imigração forçado ou, de um olhar mais popular,  ação praticada por refugiados.  Talvez todo mundo conhece a música Diáspora por causa da novela que passou recentemente no ano de 2019. A música foi gravada em 2017 e retrata um dos temas mais atuais que o mundo vivenciou durante o final dos anos 2010: imigração forçada.  É importante entender que a Síria é um dos países com mais imigrantes forçados do mundo, justamente por causa das guerras. A Venezuela, muito recentemente, passa por uma situação que obriga muitos venezuelanos a migrarem para o Brasil.  Não é apenas nesses dois países que há um grande fluxo de imigração forçada, é importante entender que em todo o mundo há um grande fluxo de imigração forçada e a música Diáspora chama atenção para isso, faz

5 músicas para entender o Arcadismo

Alô, pessoas! O arcadismo foi um movimento artístico que se baseava na valorização da natureza, da simplicipdade da vida no campo e aversão à cidade. Esse período, no Brasil, se estendeu ao longo do século XVIII e teve fim no século XIX. As músicas que você vai conhecer não são as músicas da época, e sim letras que retratam as caractéristicas comuns no arcadismo. A música durante o período do arcadismo, que também pode ser chamado de neoclassicismo , envolve a música erudita, que não é o tipo de música que será abordada aqui.  Na intenção de ajudar aquelas pessoas que precisam de ajuda para entender os movimentos literários e tem dificuldade em interpretar a poesia árcade, reuni cinco músicas que vão auxiliar no entendimento desse movimento literário tão lindo. Vamos lá! 5- No Rancho Fundo - Chitãozinho e Xororó  A relação que essa música tem com o arcadismo é que durante a letra podemos ouvir as tristezas de um vivente no campo. Em vários versos estão presentes referências à natureza

20 frases de músicas para citar em uma redação

Alô, pessoas!  Se você já prestou Enem ou vestibular isolado, com certeza já deu de cara com uma redação com um tema que se encaixaria perfeitamente com uma citação de algum filósofo, sociólogo ou poeta famoso, certo? Mas aí você acaba esquecendo qual é a frase ou simplesmente não consegue pensar em nenhuma, ou não conhece nenhuma.  Por isso, existem músicas com citações incríveis e que vão te fazer lembrar se você conhecer a música bem. Dessa forma, reuni 20 citações de músicas para você usar em várias de suas redações.  Essas citações não vão servir para todos os temas existentes em vestibulares, mas podem ser de grande ajuda com temas relacionados a problemas ambientais, consumismo, intolerância e preconceito, alienação, saúde, qualidade de vida, valorização de algo etc. Também podem ajudar em parágrafos em que se enfatiza algum movimento social, critica algo ou relaciona com algum fator biológico.  Antes de memorizar algumas dessas frases, lembre-se de tomar cuidado ao usá-las. Per

10 músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia

 Alô, pessoas! A filosofia e a sociologia andam praticamente de mãos dadas. Muitas ideias da sociologia se aplicam nas reflexões filosóficas a respeito do mundo e a música é um dos inúmeros exemplos que expressam essas ideias e reflexões.  Muitas músicas que conhecemos possuem letras que muitas vezes nem percebemos que estão falando de um tema abordado na filosofia ou na sociologia. Também há a questão de a música fazer referência a um filósofo ou sociólogo famoso sendo de forma intencional ou não.  Pensando nisso, reuni dez músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia. Essas músicas podem te ajudar nos estudos dos assuntos abordados nas letras ou até citar em redações de vestibulares! Vamos lá! 10- O Mundo é um Moinho (Cartola) Um conselho importantíssimo do Cartola para todos nós. Essa música segue um pouco da lógica do filósofo Jean-Paul Sartre, um filósofo existencialista. A ideia da música e a do filósofo está voltada para a liberdade de escolha de um indivíduo. Enquan