Pular para o conteúdo principal

5 dicas para interpretar melhor letras de músicas e outros tipos de textos


 Alô, pessoas!
É muito comum encontrarmos algumas dificuldades quando se trata de interpretação de texto, porque são várias interpretações possíveis e, dependendo do que está sendo interpretado, talvez tenha um sentido mais abrangente do que imaginamos.
Por ser muito comum quando se trata de questões de prova, hobby ou até mesmo no dia a dia, a interpretação de texto passa a ser algo indispensável, então, essas cinco dicas servirão não apenas para letras de músicas, mas também para vários tipos de textos. 
No canal oficial do blog você vai encontrar cinco passos que ensinam como interpretar letras de músicas e, para complementar e aprofundar o assunto, é importante lembrar que existem algumas dicas para facilitar a prática do método de interpretação de texto.



5- Ler bastante
Muitos acham que a leitura não é algo muito útil quando se trata de interpretar textos, mas elas estão erradas! A leitura diária de pelo menos 15 minutos já favorece no desempenho de algumas habilidades como uma escrita melhor, um vocabulário amplo e, claro, maior compreensão de textos.
Sendo assim, ler poemas, romances, textos jornalísticos ou histórias em quadrinhos ajuda muito em aumentar o intelecto em vários sentidos.

4- Não tirar conclusões preciptadas
Para entender algo no dia a dia não é difícil. Normalmente estamos sempre falando de forma direta, sem muita subjetividade, mas quando se trata de um texto, sobretudo poético (como uma música ou um poema), é importante ter um foco maior porque em textos assim é comum encontrarmos váriadas formas de expressão como figuras de linguagem (metáforas, eufemismo, comparações), expressões regionais,ditados populares etc. Então, com coisas assim, é fácil perder o foco, acabar se perdendo no meio da interpretação e tudo se torna mais confuso. E para que isso não ocorra, é importante ter uma atenção redobrada. Volte quantas vezes precisar para analisar o que o texto aborda.

3- Pesquisar outras interpretações
Para quem está começando a interpretar não apenas letras de música, mas também textos no geral, é importante entender como as outras pessoas pensam e como elas refletem e analisam o texto. Mas para que essa dica funcione, você vai precisar usar o seu senso crítico para dicordar ou concordar com o que está sendo abordado. 
Essa prática vai te ajudar a saber para onde você está indo, se está colocando sentindo em sua análise. E, repetindo esse hábito, aos poucos você vai começando a pegar o jeito de interpretar sem precisar de ajuda.

2- Não ter medo de errar
O erro é algo comum e que pode ser consertado se a pessoa estiver disposta a consertar. O interessante na interpretação de texto é que existem várias possibilidades para o entendimento. Alguns textos não possuem um sentido prórpio, então vai depender da perspectiva de cada leitor, mas não podemos esquecer que alguns textos possuem um sentido que muitas pessoas vão concordar, não porque é o certo, mas porque faz sentido, de acordo com o sentido que a música se expressa.
Mas lembre-se: não encare isso como uma liberdade para interpretar qualquer texto da forma que bem entender. Como foi dito anteriormente, a análise precisa fazer sentido.

1- Manter o hábito
Ter o hábito de interpretar letras de músicas mais simples, depois mais complexas vai ajudar muito no desempenho de coisas como interpretar autores muito mais complexos, como Clarice Lispector. Além de ser uma grande ajuda para ler questões de prova ou até mesmo em um debate ou em uma conversa do cotidiano.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia

 Alô, pessoas! A filosofia e a sociologia andam praticamente de mãos dadas. Muitas ideias da sociologia se aplicam nas reflexões filosóficas a respeito do mundo e a música é um dos inúmeros exemplos que expressam essas ideias e reflexões.  Muitas músicas que conhecemos possuem letras que muitas vezes nem percebemos que estão falando de um tema abordado na filosofia ou na sociologia. Também há a questão de a música fazer referência a um filósofo ou sociólogo famoso sendo de forma intencional ou não.  Pensando nisso, reuni dez músicas que fazem referências à filosofia e à sociologia. Essas músicas podem te ajudar nos estudos dos assuntos abordados nas letras ou até citar em redações de vestibulares! Vamos lá! 10- O Mundo é um Moinho (Cartola) Um conselho importantíssimo do Cartola para todos nós. Essa música segue um pouco da lógica do filósofo Jean-Paul Sartre, um filósofo existencialista. A ideia da música e a do filósofo está voltada para a liberdade de escolha de um indivíduo. Enquan

5 músicas para entender o Arcadismo

Alô, pessoas! O arcadismo foi um movimento artístico que se baseava na valorização da natureza, da simplicipdade da vida no campo e aversão à cidade. Esse período, no Brasil, se estendeu ao longo do século XVIII e teve fim no século XIX. As músicas que você vai conhecer não são as músicas da época, e sim letras que retratam as caractéristicas comuns no arcadismo. A música durante o período do arcadismo, que também pode ser chamado de neoclassicismo , envolve a música erudita, que não é o tipo de música que será abordada aqui.  Na intenção de ajudar aquelas pessoas que precisam de ajuda para entender os movimentos literários e tem dificuldade em interpretar a poesia árcade, reuni cinco músicas que vão auxiliar no entendimento desse movimento literário tão lindo. Vamos lá! 5- No Rancho Fundo - Chitãozinho e Xororó  A relação que essa música tem com o arcadismo é que durante a letra podemos ouvir as tristezas de um vivente no campo. Em vários versos estão presentes referências à natureza

USA For Africa (1985): Quem participou?

Alô, pessoas!  Talvez você já deve ter ouvido em algum lugar alguém cantando "we are the world, we are the children", e lembrou na mesma hora de muitos cantores cantando juntos uma música que marcou uma geração e que ainda é reconhecida pela a grande ação que fez.  U.S.A For Africa é o nome de um grupo formado por muitos cantores que eram aclamados por todos durante a década de 80. Esse projeto tinha como objetivo principal arrecadar dinheiro para ajudar os vários países da África que estavam passando por uma situação ruim.  Esse projeto teve como produtor Quincy Jones, um dos maiores produtores musicais. A letra música foi composta por dois grandes artistas da época: Michael Jackson e Lionel Richie, e o clipe teve a presença de cinquenta e um artistas, incluindo os instrumentistas.  Foi uma grande iniciativa e muitos hoje olham para o clipe e dizem "eu conheço esse cantor!", mas acabam esquecendo dos outros por não conhecer o trabalho deles ou por algum